NOTÍCIAS

 

FAETEC RECEBE MAIS RECURSOS PARA REALIZAR CONCURSO PÚBLICO EM 2010
 

Com um aumento de R$ 50 milhões para o orçamento do próximo ano, o presidente da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), Celso Pansera, afirmou, nesta quarta-feira (18/11), durante audiência pública da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Rio que pretende realizar concurso público para o preenchimento de vagas de professores e funcionários do setor administrativo e também voltar a oferecer o auxílio-transporte. Segundo o presidente da comissão, deputado Comte Bittencourt (PPS), a notícia é animadora. “Desde o ano de 2002 a instituição não realiza concursos públicos. O quadro de funcionários atualmente conta com quase metade dos contratados. Vai ser um ganho para a instituição a contratação de novos servidores e a resolução da questão do vale-transporte para os funcionários, que é uma demanda de muitos anos”, disse o parlamentar.

Segundo Pansera, com o orçamento deste ano, a instituição optou por fazer o pagamento dos atrasados dos servidores. “Acredito que, com essa opção, fizemos muito mais que resolver a questão do vale-transporte e do concurso. O pagamento das dívidas com os nossos servidores era prioridade. Tenho certeza que a atualização de cargos e salários, que serão todos pagos até o próximo mês, foi a melhor opção. Quanto à realização de concurso, pretendemos contratar 950 professores e 500 técnicos administrativos no próximo ano”, explicou Pansera. A proposta orçamentária da instituição enviada à Alerj é de R$ 286 milhões para contemplar a parte de pessoal. Mesmo com um aumento no valor final, os parlamentares chamaram atenção para uma redução de R$ 10 milhões no que diz respeito ao que pode ser gasto com investimentos no próximo orçamento da Faetec. Pansera informou que, no que se refere a investimentos destinados à expansão da instituição, 80% dos recursos serão oriundos de orçamento federal, o que não comprometerá os Centros de Vocação Tecnológicas (CVTs).

Para o diretor da Associação dos Profissionais de Educação da Faetec (Apefaetec), Roberto da Silva, a realização do concurso público é fundamental para dar estabilidade aos alunos e profissionais e à instituição. “A elaboração de um projeto permanente de ensino depende de profissionais concursados para garantir a manutenção dos planos de ensino. Outra grande preocupação da categoria é em relação ao congelamento dos auxílios-transportes. Isso precisa ser revisto, pois está interferindo diretamente na condição de trabalho do servidor”, declarou. O vice-presidente administrativo da Faetec, Elder Lugon, relatou que a administração pretende, até o final do próximo ano, criar mais dez unidades do Centro de Educação Tecnológica e Profissionalizante (Cetep). ”Esse centros serão instalados de acordo com as demandas de cada região”, explicou.

O deputado Marcelo Freixo (PSol), membro da comissão, demonstrou muita preocupação com o fato de o descongelamento do pagamento do auxílio ainda não ter sido resolvido. “Se essa questão não passa por problemas orçamentários, não consigo entender por que ainda não foi sanado, se, no ano passado, essa Casa aprovou duas emendas, uma para a realização de concursos públicos e outra para o vale-transporte. Devemos reapresentar essas emendas”, sugeriu Freixo. Participaram da audiência a vice-presidente da comissão, deputada Aparecida Gama (PMDB), e os deputados Alessandro Molon (PT) e Paulo Ramos (PDT).

http://www.alerj.rj.gov.br/common/noticia_corpo2.asp?num=33076


VOLTAR



  Desenvolvimento: Equilíbrio Digital
Desenvolvimento: Equilíbrio Digital